DEPRESSÃO FELINA

Por mais que ainda faltem trabalhos que expliquem exatamente o que acontece no cérebro dos animais, é fato que alguns apresentam um distúrbio muito parecido com a depressão que acomete os seres humanos. Embora os bichanos pareçam menos sentimentais, eles também sofrem com esse tipo de problema e merecem atenção especial de seus donos e Médicos Veterinários.

Alguns sintomas como mudança drástica de comportamento, diminuição do apetite, recusa aos mimos e brincadeiras e até a presença de certa agressividade são percebidas quando ocorrerem grandes mudanças na vida dos felinos. A separação de seus donos, morte de outro animal de sua convivência diária, etc. são outros fatores por trás do quadro depressivo.

Uma vez que não existem estudos mais aprofundados sobre a Depressão em Felinos, a melhor forma de preveni-la ainda é dar muito carinho, atenção e afeto. Outro ponto importante é permitir que ele pratique atividade física, ela ajuda na produção de neurotransmissores ligados ao bem-estar, além de aproxima-lo afetivamente do dono.

Sempre que perceber qualquer alteração no comportamento do seu gatinho, leve-o ao Médico Veterinário de sua confiança, somente ele poderá avaliar as reais condições de saúde física e mental do seu bichano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *