RAIVA FELINA

A Raiva Felina é uma doença infectocontagiosa transmitida por um vírus da família Rhabdoviridae do Gênero Lyssavirus e atinge todas as espécies de mamíferos. Apesar de ser uma doença praticamente erradicada no Brasil, ainda merece destaque pela taxa de mortalidade de 100%. Continue reading “RAIVA FELINA”

NOVOS EXAMES: BIÓPSIA E CITOLOGIA

Nós sabemos o quanto os exames Histopatológicos e Citopatológicos são importantes para o diagnóstico e tratamento do seu paciente. Para oferecer resultados ainda mais rápidos e com qualidade, agora estes exames são realizados dentro da CELL LAB. Continue reading “NOVOS EXAMES: BIÓPSIA E CITOLOGIA”

LEPTOSPIROSE

A Leptospirose é uma doença bacteriana que afeta diversos mamíferos, inclusive os seres humanos. Desenvolve-se nos rins do animal infectado e é liberada viva no momento em que ele urina.

Após sua liberação no ambiente, a Leptospira (Gênero de bactéria que causa a Leptospirose) consegue sobreviver por meses, caso encontre as condições ideais, principalmente em águas paradas. Em épocas chuvosas, a Leptospira é levada junto com as águas até locais onde ela se acumula, ficando assim infectada. Continue reading “LEPTOSPIROSE”

CINOMOSE

A Cinomose é uma doença altamente infecciosa provocada pelo vírus CDV (Canine Distemper Vírus). É uma das doenças caninas mais graves, ficando atrás apenas da Raiva, em relação a taxa de mortalidade.

Estatísticas comprovam que os cães mais jovens – até um ano de vida – são os mais suscetíveis a serem infetados, assim como os adultos que não tenham sido vacinados ou sejam imunodeprimidos, pois além do vírus se disseminar com mais rapidez, o animal pode sofrer simultaneamente de infecções secundárias causadas por bactérias que se aproveitam da incapacidade de defesa do organismo.

Continue reading “CINOMOSE”

LEISHMANIOSE CANINA

A Leishmaniose Canina é uma doença crônica causada por parasita, que se infiltra na medula óssea e órgãos como baço, fígado e a pele. Sua transmissão se dá por meio da picada de mosquitos e pode ser transmitida ao ser humano.

Os primeiros sintomas são a perda de pelo, descamação da pele e aparecimento de úlceras. Após o cão ser infetado, o período de incubação pode variar de um mês até dois anos.

Continue reading “LEISHMANIOSE CANINA”